Novo Site MTG-MT no AR !!
O Porqu de cultivar a Tradio Gacha
 
   
  thumb

O Porquê de cultivar a Tradição Gaúcha

 

Márcio Lima Santos

 

Cultivar uma palavra que defina o termo cultura, mas a cultura vai além de um termo podendo ser compreendida como um conjunto de ações individuais ou coletivas que identificam um grupo. Através da cultura podemos entender os aspectos sociais, éticos, as formas de relação e interação com o outro bem como as características pessoais de cada indivíduo dentro de uma comunidade seja pela fala, na dança, na alimentação, no modo de vestir.

A Compreensão de um grupo através dos aspectos culturais nos faz entender a cultura como uma ciência social uma vez que dentro desta cultura percebemos idéias, símbolos e comportamento que se repetem a cada geração e é transmitido de forma a cristalizar uma tradição.

Cultura e tradição são palavras que significam o alicerce do que representa o tradicionalismo, este tradicionalismo que como um movimento de marcha contra a invasão de estrangeirismo, a aculturação e perda de identidade blindou e protegeu dentro dos CTG`s a cultura e a tradição que são marcos da identidade do povo do Rio Grande do Sul. Não precisamos estar dentro de uma Entidade Tradicionalista para sermos Tradicionalistas, podemos ser Tradicionalistas individuais, ou em grupo, existe diferença entre ”ESTAR TRADICIONALISTA” e “SER TRADICIONALISTA” o “ESTAR ”é geralmente conhecido como o “Tradicionalismo em movimento” ou “Tradicionalista de Semana Farroupilha”, onde reverenciamos a Tradição Gaúcha  com  muitos bailes, e vendas etc.

Já o “SER” tradicionalista é estar ativamente participando de eventos, reuniões, palestras, cursos e, fazendo a tradição estar em movimento, porque não basta ser tradicionalista e ficar “parado”. Temos que representar nossa Cidade, nossa Entidade, nossa Região, nosso Estado. É assim que estamos cultivando a tradição, a tradição é semeada todos os dias, seja numa palestra, seja num tiro de laço, num rodeio, ou até mesmo em uma coluna de Jornal, é um andamento da tradição.

Quando nos propomos a “Avaliar” nos preocupamos em fornecer subsídios que não só vão além de conceitos básicos, mas com o propósito de qualificar os recursos humanos. Os verdadeiros agentes que atuam nas Regiões Tradicionalistas, como Orientadores e Preparadores dos concursos de Prendas e Peões nas Entidades Tradicionalistas.

Vamos nos lembrar de que a “avaliação” é sempre muito mais do que uma mera “medida” é uma representação construída por alguém.

Quando estamos avaliando jamais devemos esquecer que como nos ensinamentos do Pensador Hoffmann:

“... Somos diferentes. Essa é a nossa Condição Humana. Pensamos de Jeitos diferentes, agimos de formas diferentes. Sentimos com intensidades diferentes. E tudo isso porque Vivemos e aprendemos o mundo de forma diferente”.

Que sejamos tradicionalistas todos os dias, e que sejamos transmissores de opiniões e de cultura as nossas Crianças e Jovens.

 

 
Nome:
Email:
 
 
 
thumb thumb thumb
ERRATA   A Direção Artística vem por meio desta, republicar o REGULAMENTO ARTÍSTIC... Gaúcho é uma denominação dada às pessoas ligadas à atividade pecu... O evento aconteceu no CTG – Centro de Tradições Gaúcha – Querência da Saudade,...