Novo Site MTG-MT no AR !!
DANÇAS GAUCHAS
 
   
  thumb
As danças gaúchas são algumas das mais antigas Danças Populares brasileiras. Tiveram origem na Espanha em meados dos séculos XVII e XVIII.
O Rio Grande do Sul iniciou seu processo de formação dois séculos e meio após a descoberta do Brasil; assim sendo, o estado mais meridional da União sentiu sua principal influência: a profunda mestiçagem cultural que dois séculos de povoamento haviam elaborado no Brasil.
As danças tradicionalistas gaúchas são legítimas expressões da alma gauchesca. Em todas elas está presente o espírito de fidalguia e de respeito à mulher, que sempre caracterizou o campesino rio-grandense. Todas elas dão margem a que o gaúcho extravase sua impressionante teatralidade.
Segundo Paixão Côrtes (1997), a primeira dança regional gaúcha que colheram em suas pesquisas veio da Vila de Palmares (atual município de Osório-RS). As danças, inicialmente, apenas integravam as festas regionais do Rio Grande do Sul e hoje são divulgadas e praticadas por diversos estados como a mais bela manifestação do folclore gaúcho. Tamanho é o seu alcance que existem CTGs espalhados por 23 estados brasileiros além dos Estados Unidos, Paraguai e Portugal.
A mais típica representação do Rio Grande do Sul é o “fandango” que, posteriormente, se entremeou ao sapateado, originado nas antigas danças de par solto da romântica Espanha. Estes bailados espanhóis constituíram o primeiro ciclo/geração coreográfica de formação das danças populares brasileiras.
Passando pela corte de Luiz XIV com o “Minueto”, pela Inglaterra com a “Country Dance” e, finalmente com a “Valsa” chega a Paris onde a vida social sofria influência de muitos fatos mundialmente significativos, e se espalhava por todo o círculo cultural ocidental: novas ideias, novas técnicas, novas modas, logo, novas danças.
As danças tradicionalistas são acompanhadas de músicas típicas gaúchas. Nestas prepondera o som do acordeom, também conhecida como gaita, violão e alguns outros instrumentos de corda e percussão.
Pela tradição Gaúcha a dama é chamada de “prenda” e o cavaleiro de “peão”.
Os Rodeios e Competições
 
Os rodeios são eventos onde se cultua fortemente a tradição gaúcha. Neles há diversas atrações artísticas como:
Mostra competitiva de Danças Gaúchas em várias categorias e estilos;
Mostra competitiva de Chula (sapateio característico e exclusivo de peões);
Mostra competitiva de Declamação (categorias peão e prenda, mirim, juvenil e adulta – declamação de poesias tradicionalistas);
Mostra competitiva de Trova (criação e improviso de versos cantados entre dois peões);
Concurso de Mais Prendada Prenda (cada CTG tem suas primeiras prendas mirim, juvenil e adulta, que desta última concorrem à mais prendada da região onde o rodeio é realizado);
Competição de Gineteadas (manter-se o maior tempo em cima do cavalo que pula/corcoveia);
Competição de Laço (laçar o gado montado a cavalo);
Exposição de gado campeiro;
Exposição de cavalos crioulos;
Exposição, confecção e comércio de utensílios e artigos gaúchos;
 
No caso específico das danças, cada CTG (Centro de Tradições Gaúchas) têm seus grupos de dança que se chamam invernadas. As invernadas podem ser categorizadas em mini-mirim (de 5 a 8 anos), mirim (de 8 a 11 anos), juvenil (de 12 a 14 anos) e adulta (de 15 a 30 anos). As classificação etárias variam de acordo com a postura e o tamanho do dançarino. Nas competições de danças artísticas dos rodeios, cada invernada é integrada por casais que dançam uma sequência sorteada de danças. Para tanto o grupo deve ter ensaiado todas, pois serão avaliados por quesitos técnicos e artísticos em qualquer das danças sorteadas.
 
 
Nome:
Email:
 
 
 
thumb thumb thumb
ERRATA   A Direção Artística vem por meio desta, republicar o REGULAMENTO ARTÍSTIC... Gaúcho é uma denominação dada às pessoas ligadas à atividade pecu... Edital de Convocação 02/2017         O Presidente do Movimento Tradicionalista...